Qual a massa ideal para a modeladora?

Qual a massa ideal para a modeladora?

A principio muitas pessoas têm dúvidas na hora de comprar nossas máquinas, pois não sabem qual a massa ideal para usar na modeladora…

Acima de tudo, possuem receio sobre as receitas que devem utilizar na máquina e se perguntam: “O sabor das coxinhas feitas na máquina são ruins?” e principalmente “ Não vou poder usar a minha receita”?

Sendo assim, resolvemos fazer esse post para mostrar principalmente para você que ainda não adquiriu sua máquina, o que realmente muda da massa em relação as máquinas e acima de tudo: Qual a massa ideal para a modeladora?

Massas

Primeiramente, é importante lembrar  que as modeladoras (máquinas de fazer salgados e doces) são ideais para salgados fritos. Antecipadamente também ressaltamos que a máquina não muda o sabor de nenhum produto, ela é produzida com muito cuidado para que você utilize-a com o máximo de higiene e segurança, sendo assim todo o sabor dos seus salgados e doces são de sua responsabilidade.

A  massa  ideal:  De antemão, saiba que para se trabalhar com a máquina você deve ter em mente que a textura ideal de sua massa deve ser uma textura macia e que principalmente não grude nas mãos.  Pense assim: Não gruda não mão, não grudará na máquina.

Para ter um melhor resultado e rendimento utilize farinha de boa qualidade.

Qual a massa ideal para salgados fritos?

Ingredientes: 2 litros de água.

2 litros de leite.

2,5 kilos de farinha de trigo.

100 gramas de caldo de galinha.

70 gramas de tempero completo.

150 gramas de margarina.

150 gramas de óleo.

**Rendimento aproximado por receita: 7 kilos.

Qual a massa ideal para a modeladora? Modo de preparo:

Primeiramente, coloque todos os ingredientes na masseira (exceto a farinha), ligue o fogo, faça a masseira funcionar o batedor as vezes – para não queimar ou grudar os ingredientes no fundo da masseira – aí acrescente a farinha (só colocar a farinha quando a água estiver bem fervente) e abaixe o fogo. Cozinhe a massa por 3 minutos, fogo bem baixo, mais 3 minutos só com o batedor ligado (sem fogo).Depois retire a massa da masseira e espalhe na mesa para esfriar, corte a massa em placas e alimente a máquina modeladora pela abertura da tampa.

Massas doces:

Para o brigadeiro por exemplo, recomendamos que faça a massa um dia antes e deixe-a descansar na geladeira. Utilize 50% de cacau em sua massa para que ela não fique açucarada e cristalizada. Essas dicas são essenciais para que a massa não fique grudenta e você consiga utilizar na sua máquina sem problemas.

Recheios

Os recheios de seus salgados devem ter cremosidade, uma textura macia para que ele deslize pelo cabeçote e bicos de recheio.

Você deve misturar o frango por exemplo com um molho bechamel e ir misturando até que consiga uma textura macia. É extremamente importante retirar toda a água do cozimento do frango para que o seu recheio não fique úmido e não solte água na máquina.

Receita de Frango

Cozimento do frango

. 6 kilos de peito resfriado com pele e osso.

4 litros de água (ou até cobrir os peitos de frango).

Colocar junto na panela de pressão os seguintes ingredientes: o frango, 100 gramas de tempero completo, 100 gramas de caldo de galinha e cozinhar por 1 ou 2 horas e meia aproximadamente. Para refogar o frango: 3 kilos de peito cozido, sem a pele e o osso e colocar na masseira junto com os ingredientes abaixo: 30 ml de óleo, 50 gramas de colorau, 50 gramas de tempero completo, 340 gramas molho de tomate e 2 pitadas de orégano. Refogar de 10 a 15 minutos aproximadamente em fogo baixo com a masseira ligada.

Receita do Falso Bechamel (molho branco)

 

Ingredientes: 1 Litro de água

170 gramas de farinha de trigo

30 gramas de tempero completo

30 gramas de margarina

 

Modo de Preparo: Misture tudo antes de levar ao fogo para não empelotar, leve ao fogo por cerca de 5 minutos ou até engrossar e virar na consistência de um mingau. Utilizar 20% a 30% desse no frango e na carne.

No nosso treinamento podemos testar a sua massa e o seu recheio nas nossas máquinas e se necessário adaptá-las.

Quer saber mais sobre o treinamento e sobre a Consultomaq?  Acesse www.consultomaq.com.br e saiba mais.

0 Comentários

Deixe um comentário

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.